Imerys, Transform to perform

Sustentabilidade

Área de publicações.

  


Saúde do Idoso

 

Programa oferece qualidade de vida para quem chegou à melhor idade

 

A aposentada Maria Monteiro de Sousa é a alegria em pessoa. Conversar com ela é se deixar contagiar por uma vontade de viver que naturalmente transparece na fala, nos gestos e na risada espontânea. Ativa, aos 62 anos, ela está sempre fazendo alguma atividade que ocupe o tempo. Dona Dilma, como é conhecida, é referência na comunidade de Vila do Conde, onde mora. Virou até porta-voz do grupo de dança. Toda essa vitalidade e felicidade têm uma fonte: vêm das aulas de dança do Programa Saúde do Idoso que Maria pratica duas vezes por semana.

 

Mas nem sempre Dona Dilma foi assim. Quem conheceu essa jovem senhora há quatro anos ou mais encontrou outra mulher. “Antes eu não tinha alegria, não me sentia bem nem comigo mesma, vivia sem prazer para nada, como se fosse desprezada pelos outros”, declara. Além disso, as dores frequentes incomodavam a aposentada e exigiam dela visitas regulares ao médico, além do uso permanente de medicamentos. Sem se sentir bem consigo, Maria afastava os amigos e se sentia cada vez mais solitária.

 

Doenças e afastamento social, como os relatados por Dona Dilma, são fatores que levam muitos idosos a um quadro depressivo, cada vez mais comum nessa faixa etária. “Os casos de depressão na terceira idade são considerados muito frequentes, constituindo uma questão de saúde pública”, pontua a psicóloga Ana Paula Chagas, mestranda pela Universidade Federal do Pará. Nas últimas três décadas houve aumento nas pesquisas direcionadas a este público tendo em vista o envelhecimento da população: dados do Censo Demográfico 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelaram um aumento da população com 65 anos ou mais, que era de 4,8% em 1991, passando a 5,9% em 2000 e chegando a 7,4% em 2010.

 

Para combater a depressão entre os idosos, Ana Paula recomenda a prática de exercícios físicos aliada a atividades de lazer e que estimulem a interação social. “A redução dos sintomas de ansiedade e depressão por meio da prática do exercício físico pode ser explicada pelo aumento da liberação de hormônios e neurotransmissores propiciando um efeito tranquilizante e analgésico. Essa prática também proporciona a convivência com outras pessoas, seja da mesma faixa etária como também de diferentes gerações, o que pode ter efeitos muito positivos”, explica a especialista, lembrando que a atividade física deve ser acompanhada de um profissional.

 

A Dona Dilma de quatro anos atrás já sabia dos benefícios da atividade física para a saúde, mas não tinha oportunidade de praticá-la. Na comunidade de Vila do Conde, onde mora há 30 anos, faltavam opções de acesso a esse tipo de atividade. A única possibilidade seria pagar uma academia, mas o valor não cabia no orçamento mensal. Em 2012, com a inauguração da Casa Imerys, Dona Dilma e a vizinhança ganharam um espaço de lazer e convívio que preenchia a carência social da comunidade. A Casa é a principal iniciativa social da Imerys, mineradora de caulim que tem unidades no Pará nas cidades de Barcarena e Ipixuna do Pará, sendo responsável pela maior operação de extração e beneficiamento de caulim do mundo.

 

A Casa Imerys oferece gratuitamente cursos para toda a comunidade e os idosos podem participar de todos eles: informática, artesanato, formação profissional, para citar alguns. Mas eles também estão em grupo específico com atividades e equipes especialmente preparadas para a terceira idade. Essas ações integram o Programa Saúde do Idoso, desenvolvido dentro da Casa e que envolve 62 idosos em atividades voltadas para o bem-estar, a qualidade de vida e a saúde na terceira idade.

 

Os cursos podem ser cíclicos, como artesanato e ginástica terapêutica, ambos com duração de dois meses, e regulares, a exemplo das aulas de dança, realizadas duas vezes na semana desde o primeiro ano de funcionamento do projeto. Com a inauguração da segunda Casa Imerys, em maio de 2015, o programa passou a oferecer também aulas de hidroginástica, prática recomendada para esse público devido ao baixo impacto nas articulações. O Saúde do Idoso também faz ações transversais com outras iniciativas sociais da Imerys, dessa forma é possível envolver os idosos em ações como o atendimento oftalmológico realizado na Casa Imerys no último mês de março.

 

Práticas fazem bem à mente e ao corpo

 

A prática regular de exercícios físicos melhora diversos aspectos da saúde humana, trazendo benefícios na prevenção e controle de doenças. Do ponto de vista psicológico, melhora a autoestima, o humor e a sensação de bem-estar, resultados que podem ser potencializados quando a prática é feita em grupo, já que estimula o convívio social e o surgimento de novas relações interpessoais.

 

A cabeleireira e artesã Iolanda Costa sabe que isso é verdade, afinal, ela encontrou na hidroginástica a força para sair de um estado depressivo que se agravou com o diagnóstico de diabetes. “Antes eu não tinha vontade de fazer nada, nem me alimentar, e só queria ficar deitada”, relata. Aos 54 anos, ela sempre teve uma vida sedentária. “Não fazia nem caminhada”, confessa e, apesar da vontade de fazer hidroginástica, nunca teve oportunidade tão acessível.

 

Aluna da segunda Casa Imerys desde março,  ela frequenta as aulas gratuitamente todas as terças e quintas-feiras, e tem orgulho de dizer que não tem nenhuma falta. Apesar do pouco tempo, ela já sente os efeitos positivos da hidroginástica. As dores na coluna e nas pernas desapareceram. Mais confiante e segura, Iolanda retomou as atividades de artesanato – abandonadas pela falta de ânimo – e agora tem mais disposição para encarar a vida.

 

Para Dona Dilma, a atividade física tem benefícios adicionais: rejuvenesce e traz novas amizades. O grupo de dança que frequenta transformou vizinhos com os quais ela não tinha proximidade em um grupo de amigos.A turma de dança é a mais animada – e mais unida – da Casa Imerys e costuma organizar festas e celebrações dentro do projeto.

Voltar ao topo
X

Nos envie uma mensagem