Imerys, Transform to perform

Área de publicações.

  


 

Imerys apoia documentário sobre a cidade de Belém

 

Na arquitetura, música e até mesmo no comportamento do belenense existe um rastro da cultura francesa deixado em diversos períodos nos últimos quatro séculos de história. O lastro dessa herança cultural está presente no documentário "Belém 400 anos: A Influência Francesa na Capital Paraense" produzido pelo escritor e jornalista Fábio Ávila e a Aliança Francesa de Belém. O filme, realizado com patrocínio da Imerys por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o apoio da Embaixada da França e do Consulado da França em Belém, será lançado no dia 16 de junho, às 19h, no Cine Estação das Docas.

O roteiro escrito por Fábio Ávila, em harmonia com a Aliança Francesa de Belém por meio da diretora Myriam Mugica, está ilustrado por imagens do fotógrafo e cinegrafista Fábio Knoll o qual joga luz sobre as diversas nuances da influência francesa na capital amazônica. A narrativa construída a partir de cerca de 30 depoimentos coletados durante entrevistas feitas com personalidades e habitantes locais, se dedica a acolher e preservar a memória dessa influência que pode ser vista de forma evidente num simples passeio pelo Centro Histórico ou sentido de forma sutil durante um concerto no Theatro da Paz.

Nesse retrato é possível conhecer os motivos que designaram a cidade como a “Paris N’América”, especialmente na Belle Époque, período do auge do ciclo da borracha, quando Belém entrou para o circuito mundial da cultura ocidental e absorveu forte influência francesa. O documentário destaca diversos elementos que estão impregnados na cidade das mangueiras, desde arquitetura, cultura, música, paisagismo e comportamento, quando as famílias da época gozavam de luxos típicos de moradores de uma capital europeia.

A produção também levanta a questão sobre como estará esse patrimônio no futuro. “Mostramos que parte do acervo histórico, arquitetônico e cultural se perdeu com o tempo, como o Grande Hotel e outras edificações de época. É um momento de reflexão”, diz o autor. O filme será exibido em uma segunda etapa para estudantes de escolas públicas, moradores da área distrital e das Ilhas que compõe  com o objetivo de sensibilizar a população de que esses legados pertencem à história e aos moradores de Belém.

 

Produção

A direção de produção é da Talentos Aprisionados, de Maureen Bisilliat, fotógrafa naturalizada brasileira que desenvolveu diversos projetos culturais e fotojornalísticos no país, dentre eles a formação do acervo de arte popular latino-americano da Fundação Memorial da América Latina, em São Paulo.  

Serviço

Lançamento do documentário “Belém 400 anos: A Influência Francesa na Capital Paraense"

Data: 16 de junho de 2016

Hora: 19h00

Local: Cine Estação das Docas (Av. Castilho Franca, s/n – Campina)

Entrada franca.

 

X

Nos envie uma mensagem