Imerys, Transform to perform

Área de publicações.

  


A maior operação de Caulim do mundo está no Pará, é da Imerys e será tema de evento promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) no próximo dia 18 de outubro, às 15h, em Belém, no auditório da Sedeme.  A palestra “A história do maior empreendimento de Caulim do mundo” será conduzida pelo geólogo Iran Machado e irá apresentar aos convidados como foram iniciadas as operações de mineração e beneficiamento de caulim no Pará, desde o início do chamado Projeto Caulim, realizado a partir dos anos 1970.

Após 20 anos de atuação no Pará e com inúmeros investimentos realizados em tecnologia e mão de obra local, a Imerys hoje é a responsável pela maior operação de caulim do mundo, com produção de mais de 1 milhão de toneladas do minério por ano e exportações destinadas a países como Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Bélgica. 

Participante dos primeiros estudos geológicos feitos no Pará, Iran Machado ressalta a expansão e a importância da mineração de caulim no Estado. "O estado do Pará sobrepujou a produção do caulim do Jari, iniciada através do bilionário americano Daniel Ludwig na década de 70, tendo ainda um longo horizonte para expansão e diversificação dos seus produtos. Quando o assunto é caulim de alta qualidade, podemos afirmar com segurança que o século 19 foi da Inglaterra, o século 20 assistiu ao predomínio da Geórgia, nos Estados Unidos e o século 21 trará a hegemonia para o estado do Pará. Este case de sucesso é creditado à competência da Imerys, a qual vem utilizando a melhor tecnologia disponível no mundo para dinamizar o polo industrial de Barcarena, exportando o produto para dezenas de países em vários continentes. Sua liderança na produção de caulim e de outros minerais industriais é algo incontestável no mundo contemporâneo. A satisfação do consumidor exige esforços de PD&I constantes, através do trabalho incessante de pesquisadores de alto nível em laboratórios especializados", comenta. 

O evento será direcionado aos pesquisadores, profissionais que atuam no setor de mineração e demais interessados no tema. 

X

Nos envie uma mensagem