Imerys, Transform to perform

Área de publicações.

  


A Imerys realiza a partir de hoje (12/06) a primeira exposição da Expedição Imerys em 2018, a Universidade da Amazônia recebe 20 peças itinerantes da expedição Imerys 2017. As fotos fazem parte do projeto fotográfico da Imerys no Pará, contendo acervos da Casa Imerys, da Vila do Conde, em Barcarena. A exposição inicia na galeria Graça Landeira, no campus Alcindo Cacela e é aberta para a visitação da comunidade.

 “Essa exposição fotográfica retrata a atuação social da Casa Imerys com atividades voltadas à educação, saúde e  geração de renda. Esperamos oferecer oportunidades para que essas pessoas transformem as suas realidades com foco no desenvolvimento sustentável”, Juliana Carvalho, coordenadora de Comunicação e Relacionamento com a Comunidade. 

A mostra ficará durante 30 dias, no Campus Alcindo Cacela, e outros 30 dias no Museu de Arte UNAMA, no Campus Ananindeua. A coordenadora do curso de Artes Visuais, Veridiana Castro, fala que a universidade e a empresa Imerys triunfam um importante trabalho de Responsabilidade Sociocultural na região amazônica. “A UNAMA provoca no público leitor uma reflexão a respeito de grandes projetos e dessa forma, sempre estaremos construindo pontos de interseções direcionados ao campo cultural e artístico”, ressaltou a professora.

As fotos são resultados de uma proposta do grupo, sob a gestão do paraense Rafael Araújo, de selecionar fotógrafos profissionais e amadores para registrar as atividades, em Barcarena. As imagens tinham que representar um olhar sensível, artístico e humanizado e foram selecionadas pelo Diretor de Operações da Divisão Global de Caulim, Marcos Moreira e mais dois convidados – o artista plástico Emmanuel Franco e o artista visual, Alexandre Siqueira.

 

X

Nos envie uma mensagem