Imerys, Transform to perform

Área de publicações.

  


Jornalistas da capital paraense foram convidados a conhecer a maior operação de Caulim do mundo, pertencente a Imerys. A Planta de beneficiamento do minério, em Barcarena, recebeu cerca de 15 representantes da imprensa na última quarta-feira, 13,  para entender todo o processo das bacias.

Como parte da programação, os profissionais da imprensa participaram de uma apresentação sobre as condições de segurança e monitoramento das construções. “As nossas Bacias passam por monitoramento 24 horas. buscando sempre que os mesmos atendam a legislação e os padrões de segurança máxima do sistema. Uma equipe técnica, devidamente, a realiza inspeções sistemáticas e com rotinas diárias nas bacias. Todas as bacias são auditadas semestralmente por consultorias externas altamente especializadas, bem como relatórios periódicos são enviados para Agência Nacional de Mineração (ANM)”, explicou o gerente de Bacias, Gilberto Corrêa, durante o encontro.  

As operações da Imerys no Pará possuem atualmente duas bacias em operação: a BC-03 e a BC-06, ambas em Barcarena. As bacias operam de acordo com a legislação vigente e com reportes rotineiros aos órgãos fiscalizadores. As outras bacias foram desativadas e são usadas apenas na captação de águas pluviais para reutilização nos processos de beneficiamento. Esse sistema conta com a economia de mais de 360 mil metros cúbicos de água por ano que seriam retirados do lençol freático.

Em um passeio guiado os jornalistas também conheceram de perto as bacias da Imerys, a BC – 06 e a BC – 05, esta última desativada recebendo apenas água da chuva. Gilberto Correa esclareceu aos jornalistas a diferença entre Bacias e Barragens. “As bacias são reservatórios construídos através de quatro paredes, revertidos por geomembranas. Já as barragens são construídas utilizando o próprio relevo”, finalizou

Casa Imerys

No final da visita os representantes da imprensa também conheceram a Casa Imerys de Vila do Conde, espaço onde são desenvolvidos projetos sociais da empresa para as comunidades. Em 2018, aproximadamente 4.500 pessoas foram atendidas nos projetos sociais, que desenvolvem atividades de educação, geração de renda, saúde e informática.

No dia 20/02, representantes das comunidades de Vila do Conde também participarão de uma visita à Planta da Imerys. O principal objetivo é esclarecer a situação das bacias.

X

Nos envie uma mensagem